O que é incontinência fecal?

A incontinência fecal é o termo médico para quando uma pessoa perde o controle de seus intestinos. Uma pessoa com incontinência fecal pode apresentar vazamento de fezes sólidas ou líquidas. O termo “incontinência anal” inclui esses problemas, bem como o vazamento de gás.

A incontinência fecal é mais comum em mulheres que tiveram 1 ou mais bebês quando eram mais jovens. Isso acontece porque os músculos que controlam os movimentos intestinais podem ser danificados durante o parto. Os homens também podem ter incontinência fecal por outros motivos.

Ter incontinência fecal pode ser constrangedor e estressante. As pessoas que a têm às vezes ficam em casa em vez de sair, porque têm medo de “sofrer um acidente”. Se você tem problemas para controlar seus intestinos, saiba que o problema não é uma parte normal do envelhecimento. Muitas vezes pode ser tratado e corrigido, ou pelo menos melhorado.

Existe um teste para incontinência fecal?

Sim. Seu médico ou enfermeira examinará seu ânus e fará um “exame retal digital”.

Durante um exame retal digital, seu médico ou enfermeira colocará um dedo enluvado em seu ânus e reto para sentir se há caroços ou qualquer coisa anormal. Os médicos também podem fazer alguns testes diferentes para descobrir o que pode estar causando a incontinência fecal. Seu médico pode solicitar um ou mais destes testes:

  • Testes de laboratório – os médicos podem verificar uma amostra do movimento intestinal para ver se há infecções que podem causar diarreia.
  • Colonoscopia ou sigmoidoscopia – Durante uma colonoscopia, o médico coloca um tubo fino em seu reto e o avança até o cólon. O tubo tem uma câmera acoplada a ele, para que o médico possa olhar dentro do seu cólon (também chamado de intestino grosso) e colher amostras de tecido (chamadas biópsias). A sigmoidoscopia é muito semelhante, mas o tubo não penetra tanto.
  • Manometria – A manometria permite ao médico medir a pressão dentro do reto em vários pontos. Pode ajudar o médico a descobrir se os músculos que controlam os movimentos intestinais estão funcionando bem. O teste também mostra se o reto da pessoa pode ser sentido normalmente.
    Ultrassom ou ressonância magnética – ultrassom e ressonância magnética são testes de imagem. Eles também podem ajudar o médico a verificar se os músculos que controlam os movimentos intestinais estão normais.

Há algo que eu possa fazer sozinho para me sentir melhor?

Sim. Algumas pessoas têm menos problemas com incontinência fecal se:

  • Evite alimentos e bebidas que causam movimentos intestinais frouxos ou frequentes.

Exemplos incluem:

  • Alimentos lácteos (para pessoas que têm problemas com laticínios)
  • Alimentos picantes
  • Alimentos gordurosos ou gordurosos
  • Bebidas com cafeína, como café
  • Alimentos ou bebidas dietéticas
  • Goma ou bala sem açúcar
  • Álcool
  • Coma mais fibras. As fibras tornam os movimentos intestinais mais volumosos e resistentes. Isso pode tornar os movimentos intestinais mais fáceis de controlar. Alimentos que contêm muitas fibras incluem frutas, vegetais e grãos inteiros. Você também pode obter mais fibra tomando suplementos de fibra, como Metamucil, Citrucel ou Benefiber.

Devo consultar um médico ou enfermeira?

Sim. Se você tem incontinência fecal, informe o seu médico ou enfermeira. As pessoas às vezes são muito tímidas para tocar no assunto. Mas a incontinência fecal é um problema médico real que pode ser tratado.

Como é tratada a incontinência fecal?

Os tratamentos que seu médico pode sugerir incluem:

  • Comprimidos, pós ou wafers de fibra – os suplementos de fibra tornam os movimentos intestinais mais volumosos e resistentes. Isso pode tornar os movimentos intestinais mais fáceis de controlar.
  • Medicamentos para reduzir o número de evacuações – Estes medicamentos são frequentemente usados para tratar diarreia. Eles podem diminuir o número de “acidentes” que uma pessoa tem. Exemplos desses medicamentos incluem loperamida (nome comercial da amostra: Imodium) e difenoxilato-atropina (nome comercial: Lomotil).
  • Medicamentos para retardar o movimento dos alimentos através dos intestinos – Esses medicamentos são chamados de “anticolinérgicos”.
  • Tratamento para esvaziar os intestinos – Algumas pessoas com incontinência fecal têm intestinos cheios e não podem esvaziar completamente. Essas pessoas precisam de tratamento para limpar os intestinos. Então, uma vez que os intestinos estejam limpos, eles podem tomar medicamentos para manter os movimentos intestinais regulares.
  • Visitas agendadas ao banheiro – Algumas pessoas têm menos acidentes se visitarem o banheiro em um agendamento. Eles tentam ir mesmo quando não “sentem” que precisam ir.
  • Biofeedback – O biofeedback é uma forma de retreinar os músculos que controlam os movimentos intestinais. Isso é feito no consultório médico e envolve o uso de dispositivos chamados sensores que medem a atividade muscular. Esses sensores informam se você está usando os músculos da maneira certa.
  • Estimulação elétrica nervosa – os médicos podem implantar dispositivos que enviam uma leve corrente elétrica aos nervos que controlam os músculos do ânus. Esses dispositivos às vezes ajudam a melhorar o controle do intestino.
  • Cirurgia – os médicos às vezes podem fazer cirurgias para reparar os músculos que controlam os movimentos intestinais. Isso geralmente é útil em mulheres cujos músculos foram danificados durante o parto. Existem também outros tipos de cirurgia para tratar a incontinência fecal.
Caso você queira se consultar com um médico online agora, é só clicar em Iniciar Atendimento e escolher o especialista ou generalista para te ajudar.

Todos os direitos reservados a SOS Saúde em Casa | 2020